De 26 a 29 de Novembro, 2018

26 a 28: das 13h às 20h - 29: das 9h às 16h

São Paulo Expo, Rodovia dos Imigrantes, km 1,5 – Vila Água Funda, SP

Histórico

 A M&T EXPO – Feira Internacional de Equipamentos para Mineração e Construção completa 23 anos, com a realização de uma nova edição, em junho de 2018. Considerado o maior evento de negócios do setor na América Latina e uma das principais exposições do segmento em nível mundial, a feira, promovida a cada três anos, tem sua trajetória bem-sucedida ligada diretamente à evolução da área de máquinas no Brasil.

Idealizada em 1994 pela Sobratema – Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração, a M&T EXPO recebeu o nome de I Mostra de Manutenção, Equipamentos & Tecnologia Aplicada e foi promovida entre 16 e 20 de setembro de 1995, na Bienal do Ibirapuera, em São Paulo, após o acompanhamento minucioso do Comitê Organizador, presidido pelo engenheiro Afonso Mamede, atual presidente da entidade, que naquela época era o vice-presidente da instituição. “Foram mais de trinta reuniões realizadas desde dezembro de 94, quando fizemos o lançamento oficial do evento até sua inauguração”, lembra Mamede.

Participavam desses encontros a diretoria da Sobratema, formada naquela época por Carlos Fugazzola Pimenta (presidente), Jader Fraga dos Santos (diretor técnico), Mário Hamaoka (diretor financeiro), Antonio Roberto de Paula Ferreira (diretor de comunicações), Jorge Sabak Vianna (diretor de suprimentos), e os conselheiros: Egberto Rosa Campos, Gino Cucchiari, Jonny Altstadt, Permínio Amorim Neto, Sergio Palazzo, além de Nelson Costábile, atual gerente de Projetos Especiais da instituição, entre outros. 

A primeira edição foi um marco para a área de equipamentos, com a presença 7500 visitantes, interessados em conhecer novidades de 70 expositores, representando 95 marcas. “Era um demanda do mercado, uma vez que não havia uma feira direcionada exclusivamente para esse segmento no Brasil”, afirma Mamede. “Até a realização da M&T EXPO, as empresas do setor precisavam expor em feiras de outros segmentos para tentar atingir seu público de interesse. Além disso, no âmbito internacional, já haviam exposições voltadas para o nosso negócio”, acrescenta.

Naquela época, o Brasil vivia um período econômico distinto, com a abertura das importações e a quebra de reserva do mercado de informática, o que possibilitou o acesso às novas tecnologias, como, por exemplo, a eletrônica embarcada. “O momento era ideal para promover um evento para nosso setor, onde os fabricantes de equipamentos e os prestadores de serviços tivessem a oportunidade de mostrar seus produtos, dar mais visibilidade a suas marcas e fazer negócios”, analisa Mamede. 

Na segunda e sucessivas edições, a M&T EXPO seguiu uma trajetória de crescimento e, na última e nona edição, realizada em 2015, alcançou números recordes, com mais de 1.000 marcas e cerca de 3.500 equipamentos apresentados por 478 expositores, nacionais e internacionais, e público qualificado de 45.755 profissionais do Brasil e do exterior. 

Essa expressiva expansão ao longo de mais de duas décadas denota a consolidação da feira e, por passar por diferentes períodos econômicos, a M&T EXPO adquiriu uma destacada característica, que é ser considerada como um importante termômetro para os fabricantes, usuários e fornecedores de equipamentos para construção e mineração. Na edição de 2012, parte dos compradores preferiu aguardar a realização da feira para conhecer as novidades dos fabricantes e, também, para negociar a compra de novos equipamentos ou finalizar negócios já iniciados, o que culminou na movimentação de cerca de R$ 1,2 bilhão (estimativa), considerando os negócios realizados. Já em 2009, quando havia incertezas econômicas decorrentes da crise mundial, que afetou as principais nações envolvidas com esse setor, a feira foi um importante divisor de águas ao alcançar um montante estimado de R$ 1 bilhão em negócios, revertendo, dessa maneira, os reflexos desse conturbado período.

“A M&T EXPO é a principal vitrine para lançamentos e inovações tecnológicas em equipamentos para a construção e mineração na América Latina, além de ter se tornado uma referência para o mercado. Por isso há essa expectativa por parte de todos os envolvidos – expositores e visitantes – em saber o que a feira vai apresentar para depois definir o rumo de seus negócios”, explica Mamede. “A participação dos principais fabricantes de equipamentos somada à visitação de empresários, engenheiros e profissionais das principais construtoras e mineradoras reforçam esse posicionamento”, complementa. 

De acordo com o presidente da Sobratema, essa característica marcante de contribuir para mudar a direção e o ânimo do setor de equipamentos para construção e mineração corrobora para o papel da M&T EXPO em ser um impulsionador no desenvolvimento tecnológico e mercadológico desse segmento. “É um importante diferencial e um atributo exclusivo de nossa feira”, ressalta. 

 
Timeline
© MessengerPeople