Baixo custo operacional é objetivo final de sistemas de telemetria, pontuou palestrante na M&T Expo

Produtividade, disponibilidade e, sobretudo, baixo custo operacional diário são os três balizadores das ações da John Deere em relação a tecnologias de telemetria embarcadas em seus equipamentos voltados à construção. Marcus Bicudo, responsável pelas áreas de marketing, vendas e suporte ao cliente da empresa, revelou tais estratégias de gestão em palestra na Arena de Conteúdo, da M&T Expo, encerrada nesta quinta-feira (29), em São Paulo.

Segundo Bicudo, os clientes da John Deere recebem o JDLink, uma das soluções desenvolvidas pela empresa, em todos os equipamentos novos com 5 anos de licença gratuita e conectividade via wi-fi, 3G e satélite (este último é opcional). “A licença dá direito ao uso do site do sistema, ao aplicativo e a uma calculadora de manutenção integrada”, explicou. O SAR, por sua vez, faz a interação com a máquina em tempo real. Ele contou ainda que a empresa já entrega máquinas preparadas para receber plataformas abertas de sistemas de controle de nivelamento automático e de balanço de carga útil.

Na palestra, Bicudo anunciou mais uma novidade: a partir de 2019, o cliente que quiser poderá receber uma análise dos dados de telemetria, com apontamento de tendências e prevenções.

Download Press Release (PDF)