Confira as 5 máquinas indispensáveis nos canteiros

Confira as 5 máquinas indispensáveis nos canteiros

Saiba o que não pode faltar na obra e como reduzir custos fazendo as escolhas certas

Quando os trabalhos são iniciados em uma obra, entre os muitos itens que devem ser planejados com precisão, a escolha das máquinas certas para cada tipo e tamanho de trabalho é fundamental. Aqui, trazemos a você algumas que são úteis nos mais diferentes cenários, e variedades delas que podem se adaptar a cada necessidade específica.

Retroescavadeira

Sem dúvida, a "queridinha" dos canteiros – mas não sem motivo. É uma das máquinas mais utilizadas por desempenhar múltiplas funções em uma obra. Além de escavar valas e redes, pode também transportar materiais e carregar caminhões.

Uma variação deste tipo de máquina é a minirretroescavadeira – muito versátil por, apesar do tamanho reduzido, ter boa profundidade de escavação, força suficiente para realizar trabalhos pesados-mas-não-tanto, entrar em locais com menor espaço de manobra e ter partes trocadas ou adaptadas para outras funções, como perfuração.

Pá carregadeira

Sua função principal na construção civil envolve a terraplanagem, mas pode também carregar caminhões em pátio de estocagem e realizar carregamentos em usinas de solos e usinas de asfalto.

Também possui uma versão mini, conhecida como BobCat, mais dinâmica, e que pode agregar, assim como a minirretroescavadeira, implementos como vassourão, valetadeira e betoneira.

Por ser pequena, é versátil e entra em espaços delimitados, sendo muito utilizada no transporte de materiais e obras de demolição, por acessar os locais com facilidade e transportar o entulho para locais onde possam ser acumulados, facilitando o carregamento por equipamentos maiores.

Motoniveladora

A função da motoniveladora, ou patrol, é aterrar ou cortar sub-leitos, sub-bases e bases de acordo com as marcações topográficas determinadas. É um muito forte, capaz de cortar e/ou espalhar grandes volumes de material. Por isso é um dos equipamentos mais usados para planagem de terrenos, e também abertura e acabamento de estradas e até a preparação do solo para grandes plantios.

Rolo compactador

O rolo compactador faz exatamente o que diz o nome: compacta o solo, isto é, reduz os espaços vazios e aumenta a densidade, o que, além de impermeabilizá-lo, reduz ao máximo a mobilidade da área pela erosão e movimentação natural.

Existem dois tipos de compactadores: o liso e o chamado pé-de-carneiro, ambos equipamentos de terraplenagem.

O primeiro compacta materiais mais finos e que requerem uma superfície lisa e compacta, como o asfalto.

Já o outro é utilizado depois que a motoniveladora deixa a camada de material pronta. Então, passa-se o rolo para compactar o material no número de feixes (ida e volta do rolo) necessários para o grau de compactação do projeto.

Caminhão com guindaste articulado

É um equipamento versátil e fundamental para a obra pois faz a movimentação, elevação e a carga de materiais com o braço hidráulico acoplado, e, por ser montado sobre um caminhão convencional, ele faz o transporte de equipamentos (por exemplo, a BobCat) e materiais de todo tipo (como madeira, peças de andaime e sacos de cimento).

Cuidando do patrimônio

A manutenção dessas máquinas pode ser feita de três maneiras:

. Preditiva - com o intuito é prever falhas, prejuízos e problemas, por meio da análise dos equipamentos e da operação. Uma revisão completa em todos os componentes é realizada para descobrir se é necessária alguma troca de peças ou manutenção nos equipamentos e maquinários.

Alguns procedimentos, como a medição de vibração dos equipamentos, pode, por exemplo, informar os técnicos se existem peças a serem substituídas.

. Preventiva - Geralmente realizada durante as obras, requer uma curta paralisação no canteiro, com o desligamento dos maquinários, para prevenir uma série de problemas. Os procedimentos mais comuns nesse tipo de manutenção são trocas, reparos, lubrificação de peças, avaliação de componentes elétricos e hidráulicos e limpeza.

. Corretiva - Naturalmente, essa etapa só é necessária se as anteriores não foram realizadas corretamente, e incorrem mais custos e paradas. O reparo de equipamentos danificados consome mais tempo, além do fato de que esses problemas costumam ocorrer em situações de emergência.

Boas oportunidades para quem adquire e expõe

Para quem atua no setor de construção civil, é importante saber que a aquisição dessas máquinas e equipamentos fundamentais é sempre um bom investimento. E isso ocorre não apenas pela receita que seu uso traz diretamente nas obras, mas pelos bons negócios de locação que podem ser realizados posteriormente.

E na próxima M&T Expo, que acontece de 5 a 8 de julho de 2021, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, será possível aos fabricantes expor ao conhecimento dos visitantes credenciados as novidades dessas máquinas em pleno funcionamento no espaço externo.

Interesse na oportunidade de expor no espaço externo? Clique aqui.