A importância da infraestrutura muito antes da época das chuvas

A importância da infraestrutura muito antes da época das chuvas

A importância da infraestrutura muito antes da época das chuvas

As fortes chuvas que recentemente atingiram os Estados de Minas Gerais e São Paulo no abriram novos debates acerca da exposição de diversas cidades a enchentes e alagamentos devido a processos de urbanização.

No MG, onde em janeiro de 2020 choveu mais que 180% acima do esperado para o mês, 101 cidades estiveram em estado de alerta; 38.700 ficaram pessoas desalojadas, 8.157 desabrigadas, 65 feridas, uma pessoa desaparecida e houve 54 mortes (dados do INMET de 29 de janeiro).

Já a Defesa Civil de SP mapeou ao menos 516 pessoas desalojadas e 142 desabrigadas por conta das fortes chuvas ocorridas no início da segunda semana de fevereiro, que causou transbordamentos de rios e córregos. Segundo balanço da entidade, os danos foram maiores no Vale do Ribeira, na região metropolitana da capital, na Baixada Santista e no Alto Tietê.

Segundo especialistas, será necessário muita determinação por parte dos órgãos públicos na busca por planos ambiciosos de infraestrutura, para que as cenas vistas em todos os telejornais do país e redes sociais não voltem a se repetir.

Exemplos de como sair da crise por meio da infraestrutura

Apelidados de “cidades esponja”, esses lugares receberam a meta de fazer com que 80% da sua área urbana seja capaz de reutilizar 70% da água da chuva até 2020.

A ideia é a de que essas cidades executem projetos em espaços públicos, escolas, áreas residenciais de modo que a cidade consiga absorver a água da chuva. Isso inclui investimentos em pavimentos permeáveis, lagos artificiais, estruturas capazes de redirecionar o fluxo dessa água para tanques e túneis, bem como sua purificação para uso em tempos de seca. Na ocasião de um alto volume de precipitação, a água capturada só é devolvida aos rios depois de os níveis dos leitos voltarem ao normal.

Confira mais sobre o projeto na matéria abaixo e veja como a China pretende investir nesse programa ousado para eliminar o problema após 230 cidades do país ficarem submersas.

Salve a data do maior evento da América Latina sobre construção e mineração: a próxima edição da M&T Expo acontecerá de 5 a 8 de julho de 2021, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center!

Matéria de apoio: https://exame.abril.com.br/mundo/o-ambicioso-plano-da-china-para-acabar-com-as-enchentes/